Segundo o Sistema Único de Saúde (SUS), em 2017, 75% das lesões sofridas por idosos são causadas por acidentes domésticos. Isso se deve, em geral, ao natural avançar da idade, em que é comum a demonstração de dificuldades ou limitações como redução dos reflexos, fraqueza muscular, bem como dores articulares, tornando necessário redobrar os cuidados com os idosos, inclusive em tarefas simples como o banho diário.

Segundo as projeções feitas pelo IBGE, a expectativa é que até 2060 a população acima de 60 anos mais que dobre de tamanho, atingindo 32% do total dos brasileiros. Em 2018 esse índice representava 13%. Nesse sentido, as casas de repouso são cada vez mais consideradas como uma alternativa para auxiliar os familiares no cuidado destes idosos e por isso a Nossa Casa relacionou algumas dicas de como escolher a casa de repouso ideal.

A Nossa Casa, referência de lar para idosos em Curitiba há mais de 30 anos, está situada no coração de Curitiba. Essa localização na região central foi estrategicamente planejada para cumprir o importante objetivo de facilitar o acesso dos familiares aos hóspedes.

A Nossa Casa, localizada na região central de Curitiba, conta com mais de 30 anos de experiência em oferecer cuidado especializado a idosos com Alzheimer, AVC e doenças mentais em diferentes estágios.

Além de um atendimento profissional, a moradia para idosos dispõe de uma infraestrutura completa e estrategicamente planejada para proporcionar toda a segurança e comodidade que os hóspedes necessitam. E hoje você poderá conhecer detalhes sobre as acomodações disponíveis no local. Confira!

O lar para idosos Nossa Casa, localizado na região Central de Curitiba, recebe idosos com Alzheimer, AVC e demência senil em diferentes estágios. O local dispõe de infraestrutura completa, espaços claros, limpos e acessíveis, garantindo segurança e um clima acolhedor a todos.

A institucionalização do idoso costuma ocorrer pelos mais variados motivos. Dentre eles, destacam-se os casos em que o idoso se encontra debilitado devido ao acometimento de doenças que causaram dificuldades físicas e/ou cognitivas e a família, em meio às atividades do dia a dia, não consegue acompanhar e oferecer toda a atenção e cuidado devidos. Há, ainda, casos em que os idosos já são acompanhados por cuidadores, mas os familiares percebem que o atendimento não é satisfatório e optam por casas de repousos particulares.