Conforme aponta a projeção populacional para o período 2017-2040 do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes), em 2022, Curitiba terá mais de 17% de sua população acima de 60 anos, isto é, mais moradores sexagenários do que crianças e pré-adolescentes até 14 anos.

O bem-estar, a saúde e a segurança dos idosos são aspectos essenciais a serem preservados, por isso, ainda que alguns idosos façam questão de manter a sua independência, com o envelhecimento, começam a precisar de ajuda para realizar tarefas tidas como simples, desde fazer a higiene pessoal, ir ao médico, limpar a casa, ir às compras, até fazer a refeição, ou pagar as contas. Daí decorre a importância de familiares conhecerem os principais cuidados diários com idosos a fim de se prepararem para essa nova jornada. Pensando nisso, a Nossa Casa, lar de idosos em Curitiba, destacou dicas para auxiliar nesta fase, confira!

Combinar alimentação balanceada, hidratação e atividades físicas na terceira idade é uma excelente alternativa para manter a boa qualidade de vida na terceira idade. Embora exijam cuidados específicos e deva-se levar em consideração as condições e limitações individuais, as atividades físicas são fundamentais para manter não apenas o corpo, mas também a mente ativa.

Com o avançar da idade, as habilidades cognitivas e motoras vão sendo comprometidas e, por isso, os idosos ficam mais suscetíveis a sofrer acidentes ou ter problemas de saúde. Quedas na terceira idade, por exemplo, são um dos principais motivos que levam os idosos a necessitar de procedimentos cirúrgicos, afinal, mesmo pequenos acidentes podem causar grandes complicações.

Segundo o Sistema Único de Saúde (SUS), em 2017, 75% das lesões sofridas por idosos são causadas por acidentes domésticos. Isso se deve, em geral, ao natural avançar da idade, em que é comum a demonstração de dificuldades ou limitações como redução dos reflexos, fraqueza muscular, bem como dores articulares, tornando necessário redobrar os cuidados com os idosos, inclusive em tarefas simples como o banho diário.

Segundo as projeções feitas pelo IBGE, a expectativa é que até 2060 a população acima de 60 anos mais que dobre de tamanho, atingindo 32% do total dos brasileiros. Em 2018 esse índice representava 13%. Nesse sentido, as casas de repouso são cada vez mais consideradas como uma alternativa para auxiliar os familiares no cuidado destes idosos e por isso a Nossa Casa relacionou algumas dicas de como escolher a casa de repouso ideal.